LabCC | Laboratório de Crítica e Curadoria

Como se o mundo não tivesse demarcação

EXPOSIÇÃO

DURAÇÃO

25 de Novembro 2021

18 de Dezembro 2021

TIPO

Exposição Colectiva

TEMAS

Alteridade

Disciplinarização do corpo

Anulação do outro

Noções do ser

Ruy Duarte de Carvalho,

Michel Foucault

 

PROGRAMA

NOVOS SENTDOS

Uma exposição colectiva com obras dos artistas Mwamby Wassaki, Denise Luís, Imani Silva, Nefwani Junior, Benigno Tengo, Ainid Clélia, Uolofe e Eliane Lima.

O título da exposição se inspira na obra do escritor, cineasta e antropólogo angolano Ruy Duarte de Carvalho, “Como se o mundo não tivesse leste”, e junta 8 artistas angolanos, que apresentam trabalhos de pintura, fotografia, instalação e esculturas. 

 

 

 A exposição faz uma análise sobre o princípio da alteridade em contraste com a centralização e as diversas formas exclusão e anulação do outro, olhando para a ideia de “disciplinarização do corpo”, no pensamento de Michel Foucault, que geram demarcações funcionais capazes de criar estruturas rígidas nas relações humanas. A exposição ainda explora como se ocasionam contextos de submissão e controle.

 

 

A exposição marca a reabertura oficial da Galeria Movart Luanda, depois de uma temporada fechada ao público e estará patente até ao dia 18 de Dezembro.

EN PT
Back to top: